Bem vindos!

Resgatar a história de um móvel é manter nossas raízes. Renovar uma peça, da qual você está cansada, é dar uma nova chance ao que também tem história. Por mais que você pinte e renove, ela sempre terá seu desenho original, indicando uma época. Isso é respeito à nossa cultura e respeito ao meio ambiente.

Sandra Guadagnin

domingo, 14 de julho de 2013

Fileteado portenho

Com certeza, no trânsito da cidade ou em alguma rodovia, você já deve ter ficado atrás de algum caminhão, com carroceria de madeira toda colorida nas cores primarias.
Pois esta arte tem nome, Fileteado. Tem origem na Argentina, especificamente em Buenos Aires. Segundo o blog Mandynga, a  intenção desta arte é copiar os sutis movimentos sensuais do tango. Mandynga é um atelier de fileteado, em Buenos Aires, além de trabalhos próprios, dão aulas da técnica.
No Brasil, essa arte tinha força no passado. Foi muito expressada em carrocerias de madeira, de caminhões e camionetes. Os fileteadores se aposentaram e aos poucos as pinturas estão sumindo de nossas estradas.
Se por aqui não se vê mais com tanta frequência, na Argentina, o verdadeiro fileteado continua muito presente. Aparece em fachadas, placas de ruas, bares e objetos variados. Provavelmente essa técnica tenha vindo com imigrantes italianos, e agora é patrimônio cultural da cidade de Buenos Aires. 


Pintura alegre, personalizada, popular e marcante!











Já no Brasil, a arte aparece mais tímida, mas com uma pegada original.







Já pensou pintar tudo isso com pequenas pinceladas? 

E, por último, um trabalho lindo da querida Inês Wiltshire, do blog Arte, madeira e vida. Uma caixa de frutas pintada e com rodízios para a netinha brincar. 



A Inês tem talento, não acham?

Abraços e ótima semana a todos

Sandra




6 comentários:

  1. Puxa, não sabia que era uma técnica e q tinha nome! Blogar é pura cultura! Seria legal encontrar um pedaço de carroceria com esta técnica aplicada e usar na produção de algum móvel... hehehe! Bóra ver ferro velho!

    Beijos e excelente semana, Sandra!!!

    Luiza Mallmann
    decorarsustentavel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Legal, não sabia que se chamava assim. Vejo sempre caminhões com isso.

    BlogFacebookTwitter

    ResponderExcluir
  3. adoro ver as pinturas dos caminhões quando tõ na estrada, mas não sabia que a técnica tinha nome.
    O caixotinho tá fofo,.
    Um cheroo!
    Káren

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Eu também não sabia que era uma técnica de pintura e tinha nome.
    Acho lindo!
    Beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Sandra como sempre mais uma aula, achei tudo muito lindo e a foto da criança dentro do caixote ficou o máximo.

    Postagem maravilhosa!

    Bjs!

    Ana Martins
    http://vidacacarecosereciclagens.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Muito obrigada por mencionar a pintura do caixote e meu blog. Na época que postei o caixote você me explicou sobre o Fileteado que eu também não sabia. Vi esses cartazes na Argentina e nem associei aos caminhões.
    São bonitos, admiro este tipo de arte popular que se perpetua por gerações de pequenos artesãos e acaba fazendo parte da cultura de um povo. Isso é maravilhoso!
    Obrigada Sandra.

    Bj...Bj
    artemadeiraevida

    ResponderExcluir

Olá! Deixe seu recado e espero te ver mais vezes por aqui.