Bem vindos!

Resgatar a história de um móvel é manter nossas raízes. Renovar uma peça, da qual você está cansada, é dar uma nova chance ao que também tem história. Por mais que você pinte e renove, ela sempre terá seu desenho original, indicando uma época. Isso é respeito à nossa cultura e respeito ao meio ambiente.

Sandra Guadagnin

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Cabidinho.

Podamos umas árvores em nosso quintal e colocamos os galhos na frente de casa, para a prefeitura apanhar. Gente do céu! A cada dia o monte de galhos aumentava. Os vizinhos pediam licença para colocar "uns galhinhos" a mais e no meio da bagunça de folhas surgiu um banquinho quebrado. Bati o olho e peguei para ver o peso da madeira. Era pesada, então, era boa. Como só tinha um pé, não pude montar o banquinho novamente, e além disso estava muito danificada a parte que se prende ao assento.


Lixei com a lixadeira manual;
Com o formão, entalhei um quadradinho;
Encaixei e colei uma cerâmica;
Pendurei uns ganchinhos e passei 5 mãos de cera Canário incolor, intercalando com lustro.


Pronto! Um cabide beeem forte e rústico!


4 comentários:

  1. Você é surpreendente Sandra .Ficou ótimo o cabide .Parabéns

    ResponderExcluir
  2. Oi Sandra!
    Estou sempre aqui... Estou amando seus posts!!!
    Aquele da vitrine ficou muito legal, as cores, tudo!!!
    Super criativa a transformação de hoje. Parabéns!!!
    Beijos!!!
    Ana

    ResponderExcluir
  3. Amei seu blog Sandra, adoro rusticidade, antiguidades, coisas e móveis com história, com significados...
    Adorei...

    Beijokas

    Juliana

    ResponderExcluir
  4. Oi adorei sua visitinhas, também gostei muito do seu blog,de sua criatividade,bjokasss.

    ResponderExcluir

Olá! Deixe seu recado e espero te ver mais vezes por aqui.